Breaking news
  1. RedBlues Christmas Camp – 19 a 22 Dezembro
  2. Mini 8 participam no Torneio de Natal do UAA Aroso
  3. Mini 10 participam no Convívio de Natal do GDB Leça
  4. Onze Atletas do Maia Basket no Estágio de Natal das Seleções ABP
  5. Formação de Treinadores com Pedro Maio como preletor
  6. Treinos de Babybasquete – Contamos convosco

HISTÓRIA

O MAIA BASKET CLUBE é, como o próprio nome indica, um clube de basquetebol nascido, criado e sediado no Concelho da Maia.
É um clube muito jovem – só ainda não completou 14 anos de vida -, mas com uma existência muito intensa e já com uma História, mesmo que curta, para contar.

O MBC nasce na época de 1997/98, pela iniciativa do então Presidente da Câmara Municipal, o saudoso Prof. Dr. Vieira de Carvalho, com o intuito de integrar a Liga Profissional de Basquetebol, colmatando uma lacuna existente na panóplia das modalidades desportivas do concelho da Maia, a maioria das quais já tinha atingido um papel de relevo, disputando os principais campeonatos da respectiva disciplina.

No Basquetebol, à data, existia – e existe – a Juvemaia, mas a intenção era associar a este clube a formação, “libertando” o MBC para o campeonato da Liga.
Por vicissitudes várias, o MBC não integram a Liga dessa época. E ainda bem que assim sucedeu, pois foi possível, então, implementar um plano de desenvolvimento para a modalidade no concelho, tendo como principal objectivo a iniciação e a formação, cientes que os frutos de tal sementeira necessitavam de tempo para crescer e amadurecer.

Era evidente a necessidade de uma “âncora” que atraísse os jovens à prática da modalidade, “âncora” essa que fosse em simultâneo, a imagem do clube, quer pelo seu espírito competitivo, quer, sobretudo, pelo seu comportamento cívico e ético.
E é assim que nasce a equipa de seniores masculinos, maioritariamente formada por atletas que transitaram da Juvemaia – esta, entretanto, passando a representar o basquetebol feminino do concelho – e reforçada com jovens vindos de outros clubes que acreditaram no projecto do MBC e garantiram o nível competitivo que o concelho exigia.

“Maia – Capital do Basquetebol 2004”

Reconhecendo que só um forte empenho na formação garantiria a sustentabilidade futura do clube – possibilitando a sua autonomia ao nível dos escalões mais velhos – e que a visibilidade e implantação do clube – essencial à captação de jovens atletas – exigia um elevado nível competitivo da equipa sénior, definiu-se como “Maia – Capital do basquetebol 2004” o objectivo a perseguir, como corolário dos anteriores.

“Maia – Capital do Basquetebol 2004” constituiu uma “caminhada” em crescendo, isto é cada época desportiva foi o subir de mais um degrau em relação à época anterior.

No curto espaço de 7 anos, passou-se de 32 atletas federados, em 1997/98, para 130 em 2004/05 e de 1 treinador para 7 treinadores no mesmo intervalo de tempo.
E, no mesmo período: os Iniciados subiram do 17° lugar para 1° no “ranking da Associação de Basquetebol do Porto; os juniores A alcançaram o 1° lugar no Campeonato Distrital, o 1° lugar no Campeonato Regional e o 4° lugar no Nacional; os Seniores subiram da II Divisão B ao 5° lugar da Proliga, feito tão mais meritório quando se sabe que foi a única equipa a disputar este campeonato só com jogadores nacionais.

A estes marcos desportivos da vida do clube há ainda que somar outros, com destaque para o acréscimo progressivo de atletas nos escalões da formação; o Campeonato Distrital de Iniciados, na época 2003/04; os sucessos da equipa de juniores E3 e, mais tarde, da equipa de juniores A, Campeões Distritais em 2001/02 e 2002/2003; as consecutivas subidas de divisão da equipa principal de seniores (da II Divisão B para a II Divisão A, em 2001/02, e da II Divisão A para a Proliga, em 2002/03; o primeiro lugar da equipa B de seniores no seu grupo da II Divisão B; a chamada a selecções distritais e nacionais de vários atletas do Clube; o sempre aguardado Torneio Prof. Dr. Vieira de Carvalho, para o escalão de minis.

E o reconhecimento dos méritos do clube está patente nos vários galardões com que foi distinguido pela ABP, em diferentes épocas desportivas: atleta do ano; director do ano; treinador do ano.
A estes prémios não é alheio o contributo da Câmara Municipal para o desenvolvimento do basquetebol aos níveis do concelho e da região e que foi reconhecido pela ABP com a atribuição do galardão para a Autarquia do Ano, referente à época 2000/01.

Na época de 2010/2011 a equipa de SUBI 4, vence o Campeonato Nacional.
E é este “curriculum” que faz do MBC uma referência que ultrapassa o âmbito regional, reconhecido pela sua ambição e postura e por uma gestão assente numa estratégia pré–concebida, por um enorme rigor orçamental e por uma participação empenhada de atletas, pais, equipa técnica e direcção.
Embora os êxitos do Clube sejam o resultado dum empenho colectivo, deve-se aos treina-dores uma quota-parte significativa desse mesmo êxito.

Neste aspecto, a estratégia do clube passou sempre por disponibilizar técnicos competentes e de reconhecidos méritos aos seus atletas, como o comprovam as solicitações diversas que os seus treinadores tiveram para dirigirem selecções de diferentes escalões.